EUA rejeitam proposta do Chile para Iraque

O governo dos Estados Unidos rejeitou hoje a proposta do Chile de dar ao Iraque três semanas para que cumpra cinco condições sobre seus armamentos e assim evitar um ataque militar. O porta-voz da Casa Branca, Ari Fleischer, afirmou que "nem vale a pena começar a discutir" a proposta do presidente Ricardo Lagos. Ela não contém uma exigência central para os EUA, que é a autorização para o uso da força no caso de o Iraque não cumprir as exigências no prazo. Segundo Fleischer, o problema da proposta chilena é que ela dá tempo demais ao Iraque. "Há alguns dias havíamos dito que não se falaria jamais de 30 ou 45 dias?, disse o porta-voz. Os Estados Unidos tentaram impor ao Iraque o prazo de 17 de março, até agora sem êxito. Para Fleischer, a proposta do Chile "não é um ponto de partida para negociar?.Dos 15 países-membros do Conselho de Segurança da ONU, o Chile vem sendo contado como um dos seis indecisos em relação à proposta de resolução apresentada por EUA, Reino Unido e Espanha. Lagos disse que a proposta chilena tem o apoio dos outros cinco indecisos - México, Paquistão, Angola, Guiné e Camarões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.