EUA: Republicanos apresentam proposta de orçamento

O presidente do Comitê de Orçamento da Câmara dos Representantes dos EUA, o republicano Paul Ryan, divulgou hoje seu último projeto orçamentário no cargo, que pede as mesmas mudanças em programas do governo já exigidas em anos anteriores.

STEFÂNIA AKEL, COM INFORMAÇÕES DA DOW JONES NEWSWIRES E DA MARKET NEWS INTERNATIONAL, Agência Estado

01 de abril de 2014 | 13h37

O fator central do texto de Ryan é a proposta de eliminar totalmente o déficit orçamentário do país dentro de dez anos, o que o Orçamento dos democratas não inclui. Ryan afirmou que seu projeto vai cortar US$ 5 trilhões em gastos e garantir um pequeno superávit até 2024.

"A crescente probabilidade de uma crise de dívida é o desafio mais urgente que enfrentamos hoje", disse ele, ao apresentar seu orçamento.

O projeto inclui também grandes reformas no Medicare e no Medicaid, além da rejeição da reforma de saúde conhecida como Obamacare. Ele também apoia a reforma tributária por considerar o atual sistema "complexo".

Ryan vai apresentar formalmente seu projeto ao Comitê de Orçamento da Câmara nesta quarta-feira e a expectativa é de que ele seja aprovado. Em 7 de abril, o texto será avaliado pelo plenário da Casa.

O deputado democrata Steny Hoyer afirmou logo após a divulgação da proposta republicana que o orçamento de Ryan "não é um plano honesto, nem sério".

No mês passado, o presidente Barack Obama divulgou sua proposta orçamentária para o ano fiscal de 2015, que começa em 1º de outubro, propondo gastos de US$ 3,9 trilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.