EUA: republicanos prometem trabalhar com Obama

Líderes republicanos no Congresso dos Estados Unidos disseram que querem trabalhar com o presidente norte-americano, Barack Obama, no próximo ano sobre leis importantes. Eles também pediram que Obama se mostre aberto a cooperar com a maioria republicana no Congresso.

Estadão Conteúdo

05 Novembro 2014 | 09h39

Em um comunicado, John Boehner, da Câmara, disse que os republicanos estão gratos pela vitória, mas estão prontos para começar a trabalhar. Estamos honrados "pela responsabilidade que o povo americano colocou em nós, mas este não é um momento de celebração. É hora de o governo começar a obter resultados e implementar soluções para os desafios que nosso país enfrenta, começando com a nossa economia" que ainda tem dificuldades, afirmou.

Boehner disse que o novo Congresso vai "debater e votar em breve sobre projetos do mercado de trabalho e de energia que foram aprovados na Câmara liderada por republicanos nos últimos anos com apoio bipartidário, mas que nunca foram levados a votação pela então maioria no Senado", afirmou, ao acrescentar que também serão analisadas soluções oferecidas pelos republicanos do Senado que, anteriormente, não foram levadas em consideração, disse ele.

Boehner disse que quer agir em projetos para reformar o código tributário, controle de gastos e o sistema regulatório. Ele pediu que Obama trabalhe com os republicanos. "Este é um momento de soluções para aquecer a nossa economia novamente. E estamos ansiosos para começar a trabalhar", disse.

Falando no início da noite em seu comício de vitória em Kentucky, o senador Mitch McConnell disse que está ansioso para trabalhar com Obama e buscará áreas da política "onde podemos concordar."

McConnell acrescentou que Washington não precisa ser uma cidade de "conflito perpétuo".

O senador democrata Harry Reid publicou uma breve declaração parabenizando McConnell pela vitória do Partido Republicano. "Felicito o senador McConnell, que vai se tornar o líder da maioria. Os eleitores deixaram claro que querem que trabalhemos juntos. Eu estou pronto para fazer isso", disse Reid.

Obama vai se reunir com um grupo de líderes do Congresso na sexta-feira. Fonte: Market News International.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.