EUA retiram tropas da Arábia Saudita

O Pentágono retirou a maior parte de suas forças da Arábia Saudita, pondo fim a uma década de forte presença no reino do Oriente Médio. Os militares americanos estabeleceram-se em peso no território saudita durante a Guerra do Golfo dos anos 90, contra a invasão do Kuwait por Saddam Hussein. Agora, com Saddam derrubado, oficiais dos EUA devolveram aos sauditas o controle de partes da Base Aérea Príncipe Sultan e desativaram a 363ª Ala Expedicionária Aérea que operava no local, informou a Força Aérea num comunicado."O fim das (grandes operações de combate no Iraque) e do governo de Saddam Hussein significam que a missão militar americana aqui terminou", disse o comandante general Robert J. Elder Jr. na cerimônia de retirada. Autoridades do governo saudita pediram aos EUA para enviarem tropas ao reino na Guerra do Golfo de 1991. Mas a presença americana na Arábia Saudita encontrou forte oposição entre setores do reino - que abriga os locais mais sagrados do islamismo - e foi uma das razões apontadas pelo dissidente saudita Osama bin Laden para seus atentados contra os EUA em 11 de setembro de 2001.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.