EUA saúdam decisão de Pyongyang, mas descartam cara a cara

Respondendo ao anúncio oficial feito pela Coréia do Norte de que está disposta a conversações multilaterais sobre seu programa de armas nucleares, os EUA saudaram a decisão mas discordaram da sugestão norte-coreana de os dois países conversarem frente a frente durante o desenrolar das negociações, ainda que em reuniões paralelas a uma reunião mais ampla.Bush disse nesta sexta-feira esperar que o diálogo entre seus países poderá ajudar a convencer Pyongyang ?desmantelar totalmente´´ seu programa nuclear de modo verificável.?No passado, só a voz isolada dos EUA falava claramente sobre isso. Agora temos outras partes que revelaram grande interesse na paz na Península Coreana´´, disse Bush aos jornalistas em Washington.Funcionários dos EUA acreditam que a Coréia do Norte já tenha fabricado uma ou duas bombas atômicas e tenha planos para fabricar outras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.