AP Photo/J. Scott Applewhite
AP Photo/J. Scott Applewhite

EUA se despedem de Nancy Reagan

Quase mil convidados, liderados pela primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, e representantes de nove famílias de ex-presidentes se reuniram nesta sexta-feira para um tributo

O Estado de S. Paulo

11 de março de 2016 | 21h08

SIMI VALLEY, EUA - Quase mil convidados, liderados pela primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, e representantes de nove famílias de ex-presidentes se reuniram nesta sexta-feira, 11, para um tributo em memória de Nancy Reagan, na Biblioteca Presidencial Ronald Reagan, em Simi Valley, no Sul da Califórnia.

Uma guarda militar de honra carregou seu caixão enfeitado com flores até uma tenda branca onde estavam o ex-presidente George W. Bush e sua mulher, Laura, e duas ex-primeiras-damas - a mulher de Jimmy Carter, Rosalyn, e a pré-candidata à presidência pelo Partido Democrata Hillary Clinton.

O funeral da antiga atriz de Hollywood e ex-primeira-dama durou dois dias, nos quais milhares de pessoas em luto se enfileiraram em seu caixão, que repousava na biblioteca presidencial. O corpo dela seria enterrado ao lado do marido em uma cerimônia particular na biblioteca após o evento.

Nancy Reagan morreu no domingo por insuficiência cardíaca, aos 94 anos. / REUTERS 

Tudo o que sabemos sobre:
EUANancy RaganRonald Reagan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.