EUA se dispõem a encontro bilateral com a Coreia do Norte

Regime norte-coreano retomou suas atividades em uma das bases nucleares do país nesta quinta-feira

Efe,

07 de maio de 2009 | 12h04

O representante especial dos Estados Unidos para a Coreia do Norte, Stephen Bosworth, disse nesta quinta-feira, 7, em Pequim, que o governo americano está aberto a manter encontros multilaterais e bilaterais com a Coreia do Norte, que retomou sua atividade em uma de suas bases nucleares.

 

Veja também:

Coreia do Norte aumenta atividade em centro de teste nuclear

 

"Os Estados Unidos reiteram sua disposição em manter encontros multilaterais e bilaterais com a Coreia do Norte. Estamos convencidos de que a solução para as tensões e problemas na área está no diálogo e na negociação", disse Bosworth, em Pequim, de volta a seu hotel depois de se reunir com representantes chineses.

 

O enviado americano lidera uma delegação na qual viaja também o embaixador para o diálogo multilateral entre as duas Coreias, Estados Unidos, Rússia, Japão e China para o desarmamento nuclear, Sung Kim. Pequim é a primeira etapa da viagem asiática de Bosworth, na qual anunciou que se reuniria com seus interlocutores no diálogo.

 

O negociador disse que o diálogo com seus interlocutores chineses se concentrou em saber "onde estamos, e falamos sobre a maneira de ir adiante". O Ministério de Relações Exteriores chinês não foi muito mais explícito sobre o conteúdo destes encontros, e se limitou a indicar que trocaram "pontos de vista de comum interesse". Bosworth viajará amanhã a Seul e depois partirá a Tóquio e a Moscou.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do NorteEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.