EUA se dizem ´desapontados´ com críticas de Putin

A Casa Branca declarou neste sábado estar "surpresa e desapontada" com as acusações do presidente russo, Vladimir Putin, de que os Estados Unidos estavam tentando impor sua força no mundo. Ao proferir um de seus mais duros ataques aos EUA em sete anos no poder, em um discurso durante a reunião anual do G7 na Alemanha, Putin disse que os Estados Unidos estavam tornando o mundo mais perigoso ao perseguirem políticas com objetivo de transformar em um "mundo unipolar". "Estamos surpresos e desapontados com os comentários do presidente Putin. As acusações dele são erradas", disse Gordon Johndroe, secretário de imprensa do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca. "Nós esperamos continuar cooperando com a Rússia em áreas importantes para a comunidade internacional como o contraterrorismo e a redução da propagação e ameaça de armas de destruição em massa", acrescentou Johndroe."O que é um mundo unipolar? Não importa o quão bonito seja esse termo, ele implica em um só centro de poder, um só centro de força e um só comandante", disse Putin. "Não tem nada a ver com a democracia, pois essa é a opinião da maioria levando em conta a opinião minoritária. Sempre nos dão lições sobre democracia, mas os que ensinam sobre democracia não querem aprender sobre isso", havia afirmado o presidente russo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.