EUA se preparam para entrar em Faluja e Najaf

Tropas americanas vão tentar retomar o patrulhamento da cidade sitiada de Faluja, ao lado de forças de segurança do Iraque, segundo comunicado do comando militar. Por enquanto, os Estados Unidos descartam uma invasão maciça da cidade tomada por rebeldes, para evitar um derramamento de sangue, com conseqüente aumento do sentimento anti-americano.Para Najaf, outra cidade sitiada, as forças americanas estudam ações localizadas. Segundo um general americano, a idéia é entrar em certas regiões da cidade, evitando os muitos locais sagrados. Ainda não se sabe quando estas ações serão iniciadas.As medidas em Faluja e Najaf são anunciadas um dia após a reunião da cúpula militar com o presidente americano George W. Bush. São um passo na tentativa de retomar o controle dos dois principais focos rebeldes, sem contudo usar força excessiva, o que poderia catalisar novas rebeliões.Desde o início do mês, com o recrudescimento das forças de resistência, já morreram 1,2 mil iraquianos e ao menos 111 soldados americanos. Do lado das forças de ocupação, as baixas são quase tantas quanto as dos dois meses de invasão ao país, um ano atrás, quando morreram 115 militares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.