EUA se preparam para furacão 'histórico'

Irene, que já causou destruição no Caribe, pode atingir cidades como Nova York e Washington; milhares de pessoas já foram evacuadas.

BBC Brasil, BBC

26 de agosto de 2011 | 18h12

O furacão Irene, que ganha força nesta sexta-feira na costa leste americana, pode ser um fenômeno "histórico", disse o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

"Todas as indicações apontam para um furacão histórico. Não posso ser mais claro: se você está no caminho previsto deste furacão, você deve tomar precauções agora", disse ele.

"Não espere, não se atrase. Todos esperamos pelo melhor, mas temos que nos preparar para o pior", afirmou.

A Casa Branca disse que Obama está interrompendo mais cedo suas férias para coordenar a resposta do governo ao furacão.

Emergência

Sete Estados americanos, da Carolina do Norte a Connecticut, declararam estado de emergência em antecipação à chegada do Irene.

Ordens para evacuações obrigatórias foram emitidas em regiões específicas de quatro Estados.

O furacão, que já causou destruição no Caribe, deve chegar à costa da Carolina do Norte no sábado, antes de rumar em direção a Washington e Nova York, um dia depois.

O Irene é o primeiro furacão a atingir o Atlântico nesta temporada. Calcula-se que 65 milhões de pessoas possam ser atingidas em grandes cidades da costa leste americana.

A Cruz Vermelha anunciou que está preparando dezenas de abrigos de emergência na região.

A empresa que fornece eletricidade para Washington anunciou a possibilidade de grandes cortes na energia durante o fim de semana.

Trens foram cancelados ao sul de Washington, e está previsto um grande número de voos cancelados.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.