EUA: Sobe para 18 número de mortos em Oklahoma

O que restou das violentas tormentas que deixaram quase duas dezenas de mortos em Oklahoma nos últimos dias seguia nesta segunda-feira em direção ao mar. No percurso, as tempestades desataram fortes rajadas de ventos e chuvas torrenciais pela Nova Inglaterra e levaram à formação de um tornado na Carolina do Sul. Enquanto isso, subiu para 18 o número de mortes confirmadas por causa das tempestades.

AE, Agência Estado

03 Junho 2013 | 22h05

No domingo, as tempestades derrubaram árvores e postes no norte da Nova Inglaterra e provocaram chuvas de granizo do tamanho de bolas de pingue-pongue em Nova York. Hoje pela manhã, a tempestade começava a se dissipar no Oceano Atlântico, mas ainda causava chuvas localizadas. "Haverá ainda alguma atividade de tormenta, mas o risco de clima severo praticamente desapareceu na costa leste" dos Estados Unidos, disse o meteorologista Bruce Terry.

Em Oklahoma, autoridades locais elevaram hoje a 18 o número de mortes confirmadas durante a passagem da tormenta pelo Estado, na sexta-feira. Um bebê e um menino de quatro anos estão entre os cinco falecimentos confirmados hoje.

A governadora de Oklahoma, Mary Fallin, disse que o número de mortes pode aumentar ainda mais, já que prosseguem as buscas por desaparecidos em áreas inundadas. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUAtormentasOklahoma

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.