EUA substituem comandante militar no Afeganistão

Os Estados Unidos substituíram o comandante de suas forças militares no Afeganistão, anunciou hoje em Washington o secretário norte-americano de Defesa, Robert Gates. Ele disse ter pedido a renúncia do general David McKiernan e informou que o militar será substituído pelo general Stanley McChrystal, que nos últimos meses ocupava um alto cargo administrativo no Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas dos EUA. McKiernan deixa o cargo pouco menos de um ano depois de ter assumido a função.

AE-AP, Agencia Estado

11 de maio de 2009 | 16h49

O secretário de Defesa alegou que a mudança é necessária em um momento no qual o governo norte-americano lança uma nova estratégia para a guerra no Afeganistão. Em entrevista coletiva concedida na sede do Departamento de Defesa (Pentágono), Gates disse que o objetivo da mudança é desenvolver "uma nova ideia e um novo enfoque para o problema".

Os EUA começaram a enviar recentemente 21 mil soldados adicionais ao Afeganistão, sinalizando a promessa do presidente Barack Obama de priorizar o combate à milícia fundamentalista islâmica Taleban e à rede extremista Al-Qaeda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.