EUA suspendem vistos de presidente de Honduras

O presidente de fato de Honduras, Roberto Micheletti, afirmou hoje que os Estados Unidos revogaram o visto que permitia sua entrada no país. "Recebi uma carta do consulado norte-americano em Honduras, na qual me informam que suspenderam o visto de entrada nos EUA, em razão dos fatos de 28 de junho - quando os militares conduziram um golpe e depuseram o presidente hondurenho Manuel Zelaya. Esta é uma mostra da pressão que o governo dos EUA exerce em nosso país", disse.

AE-AP, Agencia Estado

12 de setembro de 2009 | 13h00

Micheletti indicou que Washington suspendeu tanto o visto diplomático como o de turista, adotando medidas que já haviam sido adotadas em relação a outros funcionários de Micheletti. Mas, em relação aos funcionários, apenas foram suspensos os vistos diplomáticos e não o de turismo.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAHondurasgolpe

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.