EUA suspendem vôos de espionagem na Coréia

Apesar de os EUA anunciarem que vãoprotestar pela interceptação norte-coreana de um de seus aviõesno domingo sobre o Mar do Leste/Japão, o Pentágono decidiususpender temporariamente seus vôos de espionagem perto daPenínsula Coreana. Fontes do Departamento de Defesa disseram que decidiramsuspender os vôos em vez de escoltar os aviões espiões com um oudois caças, pois isso poderia ser interpretado pela Coréia doNorte como um gesto hostil. No entanto, os EUA ordenaram o enviode tropas adicionais ao Pacífico ocidental, como "medida deprevenção", para reforçar suas forças próximas à Coréia doNorte, informou o Pentágono. No domingo, quatro caças norte-coreanos interceptaram "deforma ameaçadora" um avião espião americano no espaço aéreointernacional. Este é o primeiro incidente do gênero desde 1969,quando caças norte-coreanos derrubaram um avião espião dos EUA,matando 31 americanos. Funcionário de alto escalão disseram que Washingtonapresentará um protesto formal à Coréia do Norte. Apesar doincidente, a Casa Branca continua dando prioridade à diplomaciapara resolver a crise. Até agora, Washington havia qualificadode incidentes menores as ações provocativas norte-coreanas comoo lançamento na semana passada de um míssil sobre o Mar doLeste/Japão. O Japão, que recebeu documentos secretos dos EUA indicando quePyongyang se está preparando para reprocessar combustívelnuclear, disse que está disposto a impor sanções econômicascontra a Coréia do Norte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.