Lucas Jackson/Reuters
Lucas Jackson/Reuters

EUA se tornam 1º país a registrar mais de 2 mil mortos pelo coronavírus em 24 horas

País também ultrapassa a marca de meio milhão de casos de contágios declarados oficialmente da covid-19

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de abril de 2020 | 21h45
Atualizado 10 de abril de 2020 | 23h19

NOVA YORK - Os Estados Unidos se converteram nesta sexta-feira, 10, no primeiro país do mundo a superar os 2 mil mortos pelo novo coronavírus em um dia, com o registro de 2.108 óbitos em 24 horas, segundo contagem da Universidade Johns Hopkins. 

Os EUA também superaram a marca de meio milhão de contágios declarados oficialmente com os novos casos registrados nas últimas 24 horas, de acordo com a universidade. O país tem, desde março, o maior número de casos registrados de contágio.

O número total de mortes registradas nos EUA é de 18.586, deixando o país muito perto de passar o total da Itália, de 18.849 mortos - o país europeu, porém, é cinco vezes menor em população.

Nesta sexta-feira, o número de mortos pela covid-10 em todo o mundo ultrapassou os 100 mil, segundo levantamento da mesma universidade, chegando a 100.376 pessoas. O número de infectados passou de 1,6 milhão.

Apesar de a Europa ter sido o continente mais afetado no mundo até agora, o epicentro da pandemia atravessou o Atlântico nas últimas semanas. Em questão de dias, os Estados Unidos ultrapassaram a Espanha e se tornaram o país com mais mortes pela doença. Apenas em Nova York, mais de 7 mil pessoas morreram.

O aumento do número de mortes em Nova York foi tanto que a prefeitura da cidade mais afetada pelo coronavírus nos Estados Unidos passou a usar valas comuns para enterrar as vítimas./AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.