EUA têm plano pronto para atacar o Irã, diz diplomata

Os Estados Unidos têm um plano pronto para, se necessário, atacar o Irã e evitar que o país se torne uma potência nuclear, afirmou o embaixador norte-americano em Israel, Dan Shapiro.

AE, Agência Estado

17 Maio 2012 | 11h12

Em comentários obtidos pela Associated Press, Dan Shapiro disse há dois dias, durante evento na Ordem dos Advogados de Israel, que os EUA esperam que a diplomacia e sanções econômicas convençam o Irã a abandonar seu programa nuclear.

Teerã alega que o programa tem fins pacíficos, mas os EUA e outros países acreditam que os iranianos tenham a ambição de desenvolver um arsenal nuclear.

Shapiro disse também na terça-feira que os EUA preferem não ter de recorrer à força militar, "mas isso não significa que a opção não esteja disponível." "Não apenas disponível, mas pronta. O planejamento necessário foi feito para garantir que (o plano) esteja pronto", afirmou o diplomata.

Na segunda-feira, 21, representantes do Irã e das potências mundiais deverão se reunir para uma nova rodada de negociações em Bagdá, a capital iraquiana.

O principal negociador do Irã para a questão nuclear, Saeed Jalili, disse nesta quinta-feira que Teerã buscará "cooperação" nas conversas da semana que vem e fez um alerta sobre a pressão feita pelo Ocidente. Segundo Jalili, o Irã espera ter reconhecido o direito de desenvolver um programa nuclear e não cederá à "qualquer estratégica de pressão". As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUA Irã diplomata

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.