EUA tentam acordo para salvar negociações de paz

Esforços diplomáticos urgentes estão em andamento em Washington na busca por um acordo de última hora para salvar as negociações de paz entre israelenses e palestinos a poucas horas do encerramento da moratória das obras em assentamentos judaicos na Cisjordânia ocupada, assegurou uma fonte em Washington. Líderes palestinos ameaçam abandonar o diálogo de paz se Israel não mantiver o embargo às obras nessas colônias.

AE, Agência Estado

26 de setembro de 2010 | 16h14

A fonte diplomática norte-americana disse que as negociações estão em andamento em Washington e envolvem diplomatas dos Estados Unidos, de Israel e da Autoridade Nacional Palestina (ANP). "Eles estão conversando. Esforços intensos estão acontecendo", prosseguiu a fonte.

O presidente de Israel, Shimon Peres, e o ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, voltaram para Israel hoje, de uma viagem aos Estados Unidos onde foram realizados vários esforços para o fechamento de um compromisso com representantes norte-americanos e palestinos.

No entanto, o negociador-chefe palestino Saeb Erekat e o chefe das negociações para os israelenses, Yitzhak Molcho, permaneceram nos Estados Unidos, deixando em aberto a possibilidade de um acordo de último minuto. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Israelpalestinosnegociações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.