EUA tentam aumentar laços militares com a China

O assessor de Segurança Nacional dos EUA, Tom Donilon, está aumentando os esforços para criar laços mais fortes entre os militares norte-americanos e chineses antes de uma reunião de cúpula entre os presidentes Barack Obama e Xi Jinping.

AE, Agência Estado

28 Maio 2013 | 02h48

Donilon disse ao general Fan Changlong, da China, nesta terça-feira que os dois lados devem aumentar a cooperação em atividades militares não tradicionais, tais como manutenção de paz, socorro em desastres e combate a pirataria.

O assessor se reuniu com Xi e outros líderes chineses ao longo de dois dias em Pequim para se preparar para a cúpula de 7 e 8 de junho, o primeiro encontro pessoal entre os líderes desde a reeleição de Obama e a promoção de Xi para chefe do Partido Comunista. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
euachinamilitar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.