EUA tentam obter vacinas contra varíola

A companhia farmacêutica norte-americana Aventis Pasteur concordou hoje em doar cerca de 85 milhões de doses de vacina contra varíola ao governo. O Instituto Nacional de Saúde fará análises para saber quantas doses, congeladas há mais de 30 anos, ainda são eficazes. O anúncio da companhia, com base na Pensilvânia, foi feito um dia após a publicação de uma pesquisa confirmando que as 15,4 milhões de doses da vacina que estão sendo armazenadas pelo governo federal poderão ser diluídas, sem perder sua eficácia, para render dez vezes mais inoculações. Os dois anúncios significam que a América pretende ter mais vacinas em seu poder em caso de um ataque biológico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.