EUA terminarão o trabalho no Iraque, diz Bush

Em meio a momentos "difíceis" no Iraque, o presidente George W. Bush disse que está pronto para enviar mais tropas ao país assinalando a intenção de "terminar o trabalho da queda (do regime de Saddam)" e inaugurar uma nova era de democracia na região.Numa coletiva de imprensa aberta por um discurso na Casa Branca, Bush rejeitou a sugestão de que o Iraque estava se tornando um novo Vietnã. "Eu penso que a analogia é falsa", disse Bush. "Eu penso que esta analogia envia mensagem errada para nossas tropas e envia a mensagem errada para nosso inimigo."O presidente norte-americano disse também que pretende manter o prazo de 30 de junho para entregar o poder político do Iraque ao Conselho de Governo Iraquiano. Ele disse que um enviado da ONU ajudará os iraquianos a decidir quem colocar no poder.Bush abriu a coletiva de imprensa com um discurso de 17 minutos onde se ateve, na maioria do tempo, na questão dos ataques terroristas de 11 de setembro. Bush se esquivou pelo menos duas vezes de dizer se pretendia pedir desculpas à população ou de se responsabilizar por não ter evitado os ataques terroristas."Tivesse eu qualquer indício de que pessoas estavam para atirar aviões em edifícios, nós teríamos movido o céu e a terra para proteger o país. Assim como nós estamos trabalhando para proteger o país de ataques futuros" disse o presidente.O presidnete dos Estados Unidos disse também que os atentados de 11 de setembro ensinaram a lição de que é preciso estar na ofensiva e disse também que os terroristas só devem acertar uma vez mas "nós (os EUA) devemos acertar sempre".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.