EUA tiram dinheiro da aids para pesquisar antraz

Surgem notícias nos Estados Unidos de que recursos do governo para pesquisas sobre doenças como a aids estão sendo desviados para a busca de uma vacina contra o antraz. Vários pesquisadores da aids no país afirmam que seu trabalho já está sendo afetado pelo corte. Em seu orçamento de 2003, o presidente americano George W. Bush pediu ao Congresso que destine recursos para a compra e teste de uma nova vacina contra antraz. O Congresso negou o pedido, mas a Casa Branca instruiu um dos laboratórios de pesquisa do governo, o Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas, para remanejar recursos, reduzindo os gastos em outros projetos. A fim de levantar fundos no valor de US$ 145 milhões de dólares no ano fiscal vigente, o instituto reduziu a verba de vários projetos de pesquisa da aids e de outras doenças infecciosas. Alguns cientistas afirmam que seu trabalho já está comprometido por causa dos cortes. Um dos projetos prejudicados tem o objetivo de desenvolver uma forma mais barata de usar drogas anti-retrovirais no sul da África. As informações são do site da BBC em português. Para ler o noticiário da BBC, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

Agencia Estado,

10 Julho 2003 | 17h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.