EUA vão enviar nova bomba ao Afeganistão

Os EUA vão enviar ao Afeganistão uma nova bomba que suga o ar de cavernas e túneis e pode ajudar na captura de eventuais remanescentes da organização terrorista Al-Qaeda no complexo de Tora Bora, no leste afegão. A bomba, chamada de termobárica, é guiada por laser e foi testada recentemente, com sucesso, no deserto de Nevada."Trata-se de algo que claramente nós estamos precisando no Afeganistão e a estamos encaminhando para lá", declarou o chefe de compra de armas do Pentágono, o subsecretário de Defesa Edward Albridge.Especialistas em armamentos consultados pela AE indicaram que a bomba termobárica baseia-se no mesmo princípio da superbomba "corta-margaridas", que pesa quase 7 toneladas e foi usada pelo menos três vezes na campanha antiterror no Afeganistão.A explosão desse tipo de bomba provoca um vácuo mais intenso e violento do que a detonação de um artefato comum. Esse vácuo pode causar a morte instantânea de alguém que esteja abrigado num bunker subterrâneo. Fuzileiros - O Pentágono também confirmou hoje que deslocará cerca de 500 fuzileiros baseados no sul do Afeganistão para Tora Bora, onde ajudarão a retirar os escombros das cavernas em busca de pistas sobre o paradeiro do terrorista saudita Osama bin Laden.O comandante pashtun anti-Taleban Harzat Ali disse hoje ter informações de inteligência segundo as quais Bin Laden está vivo, não deixou o Afeganistão e permanece abrigado nos arredores de Tora Bora.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.