EUA vão finalizar declaração nuclear em Pyongyang

Visita faz parte das consultas iniciadas pelos representantes de Coréia do Norte e dos EUA em Cingapura

Efe,

22 de abril de 2008 | 04h03

A equipe negociadora dos Estados Unidos, liderada pelo representante do Departamento de Estado americano, Sung Kim, partiu nesta terça-feira, 22, para Pyongyang para finalizar a declaração do arsenal nuclear da Coréia do Norte, informou a agência de notícias sul-coreana Yonhap. Kim, que chegou segunda-feira à noite a Seul, viajou pela estrada através da zona desmilitarizada de Panmunjom, que separa as duas Coréias desde o final da Guerra da Coréia, em 1953. Sua visita ao país comunista faz parte das consultas iniciadas pelos máximos negociadores de Coréia do Norte e dos EUA em Cingapura há duas semanas, onde, segundo a imprensa, teria sido alcançado um acordo para que Pyongyang detalhe tudo o que for referente à sua atividade nuclear. A equipe americana deve discutir com as autoridades de Pyongyang a declaração de todo o potencial nuclear do regime comunista e sua certificação, processo paralisado desde o fim do ano passado. Em sua chegada na segunda-feira a Seul, o negociador americano manifestou seu desejo de que sejam obtidos avanços durante esta viagem e se produza um resultado concreto. A Coréia do Norte havia se comprometido a declarar todos os seus programas nucleares até o final de 2007, mas até agora se negou a admitir que mantenha um programa de enriquecimento de urânio, como afirmam os EUA.

Tudo o que sabemos sobre:
Coréia do NorteEUAPyongyang

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.