EUA vão soltar preso mais jovem de base

O governo dos EUA afirmou ontem que está pronto para libertar Mohammed Jawad, um dos detidos mais jovens da prisão de Guantánamo, que hoje teria 23 anos. Procuradores pediram a um juiz federal que dê três semanas para a libertação de Jawad, preso há quase sete anos por supostamente ter atacado soldados americanos no Afeganistão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.