EUA veem avanço entre israelenses e palestinos e marcam nova reunião

Kerry voltou a afirmar que espera anunciar a criação de um Estado palestino em nove meses

O Estado de S. Paulo,

30 de julho de 2013 | 14h05

WASHINGTON  - Negociadores palestinos e israelenses reunidos em Washington concluíram ontem em Washington a primeira rodada de discussões sobre um futuro acordo de paz e concordaram em voltar a se encontrar dentro de duas semanas. O secretário de Estado americano, John Kerry, voltou a afirmar que espera anunciar a criação de um Estado palestino em nove meses.

"Israel está esperançoso, mas não pode ser ingênuo", disse a ministra da Justiça de Israel, Tzipi Livni. "Viemos de uma região instável e problemática. Não podemos nos permitir isso."

O principal negociador palestino, Saeb Erekat, pediu esforço na criação de um Estado independente e comemorou que "todos os assuntos estejam sendo discutidos." Já sofremos demais", disse. "É hora de os palestinos terem um Estado soberano e próprio para viver com paz e dignidade."

As duas equipes de negociadores se reuniram nesta manhã com o presidente Barack Obama, na Casa Branca. Segundo Kerry, ambos concordaram em tentar chegar a um acordo final em nove meses. "Foram negociações produtivas e devem recomeçar em duas semanas", declarou o chefe da diplomacia americana."O tempo de uma paz duradoura chegou." / EFE E AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.