EUA vetam resolução da ONU contra ofensiva em Gaza

Os Estados Unidos vetaram nesta quinta-feira uma resolução do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) que pede a retirada das tropas de Israel da Faixa de Gaza. Foi o primeiro veto no Conselho de Segurança em quase dois anos.A resolução, proposta pelo Qatar em nome dos países árabes, acusa Israel de "uso desproporcional de força", o que coloca em risco civis palestinos.O governo americano foi o único a votar contra a resolução. Dez das quinze nações do Conselho de Segurança votaram a favor, e quatro se abstiveram. A resolução foi reescrita inúmeras vezes para que não ficasse extremamente contra Israel, e também pedia a liberação do soldado israelense, assim como que os militantes palestinos parassem de atirar foguetes contra Israel. Apesar das mudanças, o embaixador americano na ONU, John Bolton, argumentou que a resolução ainda estava inaceitável porque não foi levado em conta eventos como a captura de mais dois soldados israelenses pelo grupo terrorista Hezbollah, na quarta-feira. A resolução também ordenava que Israel soltasse os ministros palestinos que foram presos após a captura de um soldado israelense por militantes palestinos.Os Estados Unidos fizeram uma campanha nos últimos dias para convencer os outros integrantes do Conselho a votar contra a deliberação ou se abster, mas como não conseguiu bons resultados teve que utilizar o seu direito de veto.Oito dos últimos nove vetos no Conselho foram feitos pelos Estados Unidos. Destes, sete foram relacionados ao conflito Israel-Palestina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.