EUA violou espaço aéreo do Irã oito vezes em outubro

O espaço aéreo iraniano foi violado em oito ocasiões diferentes por aviões dos Estados Unidos em outubro, de acordo com o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, Ramin Mehmanparast, que afirmou também que queixas oficiais já foram encaminhadas à Organização das Nações Unidas (ONU).

AE, Agência Estado

28 de novembro de 2012 | 11h24

"Qualquer país que violar nosso território enfrentará uma séria reação do Irã", alertou Mehmanparast em um comunicado divulgado pela mídia nesta quarta-feira.

Ele disse que o caso mais recente, o único a se tornar público até agora, aconteceu no dia 1 de novembro, quando um avião não tripulado dos EUA foi atacado por dois caças iranianos sobre o Golfo Pérsico. Teerã havia declarado que as aeronaves abriram fogo enquanto o avião norte-americano fazia uma missão de reconhecimento sobre o principal terminal de petróleo da ilha de Kharg. Washington insiste que seu equipamento estava em espaço aéreo internacional, a 13 quilômetros de distância das fronteiras do Irã.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãEuaEspionagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.