EUA voltam a atacar defesa iraquiana

Aviões militares dos EUA atacaram instalações no Sul do Iraque. O anúncio foi feito pelo comandante do porta-aviões USS Abraham Lincoln, capitão Kendall Card, pelo sistema de alto-falantes da embarcação, que está no Golfo Pérsico. O Comando Central dos EUA informou que os alvos eram duas instalações de mísseis terra-ar iraquianas perto de Talil, cerca de 280 km a sudeste de Bagdá. Os alvos estão dentro de uma das "zonas de exclusão", nas quais a Força Aérea iraquiana não pode operar, desde a Guerra do Golfo de 1991. O ataque teria acontecido em reação a "atos hostis" do Iraque. Além da força-tarefa liderada pelo USS Lincoln, os EUA têm outro grupo naval no Golfo Pérsico, liderado pelo porta-aviões USS George Washington. Este seria o 56º ataque aéreo lançado pela coalizão EUA/Reino Unido contra o Iraque neste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.