EUA voltarão a financiar pesquisas com células-tronco

O governo dos Estados Unidos disse hoje que voltará a financiar as pesquisas com células-tronco embrionárias, pelo menos por enquanto, após um tribunal de apelações ter temporariamente derrubado uma proibição judicial.

AE-AP, Agência Estado

10 de setembro de 2010 | 20h33

Os Institutos Nacionais de Saúde (NIH, na sigla em inglês) disseram que estão retomando as pesquisas e irão avaliar novamente os pedidos de pesquisas de cientistas por dinheiro público para executar o trabalho, um processo que foi congelado desde o final do mês passado.

Ontem, um tribunal de apelações determinou que o governo pode retomar o financiamento das pesquisas até que a Justiça decida em outra audiência, ainda em setembro, se o pedido de urgência feito pelo Departamento de Justiça do governo dos EUA é válido. "Estamos satisfeitos com a determinação interina do tribunal, que permitirá que as pesquisas com células-tronco embrionárias continuem, enquanto a batalha prossegue nos tribunais", disse o NIH.

As células-tronco embrionárias são células matrizes que podem ser adaptadas a qualquer tecido do corpo e pesquisadores esperam que um dia elas possam curar uma série de doenças, do mal de Parkinson a ferimentos sérios na coluna vertebral, que provocam paralisia nas vítimas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.