Euro vai unir a Europa, diz o Papa

O papa João Paulo II saudou a nova moeda comum da União Européia, o euro, como algo que irá promover unidade e desenvolvimento. ?Eu envio um voto especial de paz e prosperidade às nações da União Européia que, hoje com uma moeda única, atingem uma meta histórica?, disse na missa de Ano-Novo. O pontífice disse esperar que o euro promova desenvolvimento e unidade. ?Justiça e solidariedade crescem em toda a Europa, para vantagem de toda a família humana!?, afirmou. Doze países, incluindo a Itália, adotaram o euro. O Vaticano, uma cidade-estado independente, também está passando ao euro, seguindo a lira italiana, moeda que a Santa Sé vinha usando. O Vaticano foi autorizado a cunhar suas próprias moedas de euro, que trarão o rosto do papa num dos lados. A cidade-estado usará as notas de euro comuns.

Agencia Estado,

01 Janeiro 2002 | 10h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.