Europa assume comando de tropas no Afeganistão

Uma força de defesa encabeçada por cinco nações européias assumiu a missão mais importante de sua história ao receber da Otan o comando dos soldados estrangeiros que tentam estabilizar o Afeganistão. Em uma cerimônia na capital afegã, o tenente general francês Jean-Louis Py, comandante dos Eurocorpos, assumiu a missão estrangeira no Afeganistão pelos próximos seis meses, período que inclui a possível realização da primeira eleição no país desde a queda do regime fundamentalista islâmico Taleban, no fim de 2001. Os Eurocorpos são compostos por soldados de Alemanha, Bélgica, Espanha, França e Luxemburgo. A força européia substituirá o Canadá à frente das fileiras formadas por 6.500 homens. Analistas vinham alertando para a recusa da Otan em comprometer no Afeganistão o mesmo número de tropas enviadas a outras zonas pós-conflito, como os Bálcãs, onde os Eurocorpos também serviram. Py garantiu que sua equipe se dedicará plenamente à experiência no Afeganistão. A maioria dos soldados dos Eurocorpos é proveniente da base da força, em Estrasburgo, França.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.