Europa aumenta restrições à pesca do bacalhau

A União Européia (UE) e a Noruega concordaram nesta quarta-feira com uma proibição temporária da pesca de bacalhau em determinadas áreas do Mar do Norte em um esforço para preservar os estoques devido à suposta proximidade da extinção comercial da espécie devido ao excesso de pesca.A proibição da pesca de bacalhau entrará em vigor para coincidir com o período de desova do peixe, entre fevereiro e o fim de abril. A medida cobrirá uma área do Mar do Norte que vai do norte da Escócia, passa pela costa sudoeste da Noruega e chega ao oeste da Dinamarca. Uma segunda área de proibição irá das águas do leste da Inglaterra até a Holanda. "Toda a pescaria de bacalhau estará temporariamente proibida nessas áreas para permitir a máxima atividade reprodutiva para a sobrevivência da espécie durante a desova deste ano", informou a União Européia em um comunicado. A decisão foi tomada após a queda da oferta de bacalhau ter forçado as autoridades européias a adotarem medidas drásticas de conservação. Tal decisão se segue a um acordo fechado no mês passado para reduzir em 40% as cotas de pesca do bacalhau do Mar do Norte e impor duras restrições à pesca de outras espécies ameaçadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.