Europa condena conferência iraniana sobre Holocausto

O vice-presidente da Comissão Européia, Franco Frattini, condenou nesta terça-feira a conferência sobre o Holocausto que está sendo realizada em Teerã, capital do Irã, e é patrocinada pelo governo local.Frattini, que é responsável pela área de Liberdade, Segurança e Justiça da comissão, ressaltou que a comunidade "condena duramente" qualquer manifestação de anti-semitismo, racismo ou xenofobia. De acordo com ele, a Comissão Européia está decidida a usar todos os poderes legais para lutar contra esses "atos repugnantes". Ele também condenou qualquer atitude que tenha a intenção de "negar, banalizar ou minimizar" o Holocausto e os crimes de guerra.Para Frattini, esses pontos de vista "supõem um desprezo absoluto por momentos historicamente estabelecidos e constituem uma agressão inaceitável não só para as vítimas dessa tragédia e para seus descendentes, mas também para todo o mundo democrático".Frattini insistiu que qualquer atitude anti-semita "não deve ter lugar" na Europa ou em qualquer parte do mundo. De acordo com ele, o diálogo e o entendimento devem superar "o ódio e a provocação".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.