Europa criará sua polícia militar internacional

Planos para a criação de uma polícia paramilitar internacional nos moldes dos gendarmes da França ou dos carabineiros italianos, para apoiar missões de paz, estão no topo da pauta da reunião de ministros da Defesa da União Européia. Ministros da França, Itália, Espanha, Portugal e Holanda deverão assinar amanhã o acordo para criar a tropa de 3.000 homens.A idéia, proposta pela França, é manter uma polícia paramilitar com membros desses cinco países pronta para entrar em ação rapidamente em missões de paz. Cada um desses países já conta com uma força nacional semelhante aos gendarmes franceses. A Força Gendarmeria Européia terá um núcleo de 800 a 900 policiais para agir em situações de crise e 2.300 homens de reserva. O quartel-general da tropa ficará em Vicenza, Itália. A União Européia diz que esse tipo de força é cada vez mais necessário para impor a ordem pública em apoio às forças militares de paz, combater o crime e treinar policiais após uma crise."Quando os soldados terminam o serviço, você pode se ver envolvido com trabalho de polícia, e a FGE estará pronta para cuidar disso", disse o ministro da defesa holandês, Henk Kamp.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.