Europa critica Rússia por desrespeito aos direitos humanos

A Rússia enfrentou críticas hoje no Conselho da Europa pela "rápida deterioração" da situação dos direitos humanos na república separatista da Chechênia e o "deplorável" fracasso nas investigação das acusações de abuso. Em uma declaração polêmica, o lorde Russell-Johnston, presidente da assembléia parlamentar do conselho, disse que o fracasso de Moscou em levar os acusados à justiça representa "uma violação grosseira das obrigações da Rússia" como membro da principal organização fiscalizadora dos direitos humanos na Europa. "Nas últimas semanas, vieram à tona diversas evidências de uma rápida deterioração da situação dos direitos humanos na Chechênia", disse Russell-Johnston em um comunicado na sede do conselho, em Estrasburgo, França.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.