Europa pede 'ação urgente' do Irã na questão nuclear

A chefe da política externa da União Europeia (UE), Catherine Ashton, disse nesta quinta-feira em Nova York que as seis potências que tentam negociar com Teerã o programa nuclear iraniano querem que o Irã "tome uma ação urgente" e prove que desenvolve a energia nuclear para fins pacíficos e não tenta construir armas atômicas.

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2012 | 20h40

Ashton se reuniu hoje com ministros dos Estados Unidos, Rússia, China, Grã-Bretanha, França e Alemanha, aos quais informou sobre sua última reunião com o negociador chefe do Irã, Saed Jalili. A reunião entre Ashton e Jalili aconteceu em Istambul na semana passada.

"Hoje nós discutimos a necessidade do Irã tomar uma ação urgente, quando abordamos a questão nuclear iraniana", disse Ashton. Os comentários de Ashton foram feitos após o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, ter discursado na sede da Organização das Nações Unidas (ONU) e afirmado que o Irã poderá construir uma bomba atômica até meados de 2013.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.