Europa põe em vigor sanções mais duras

Rigorosas sanções contra os setores bancário, de navegação e industrial do Irã entraram em vigor ontem, como parte de uma iniciativa da União Europeia para forçar Teerã a reduzir seu programa nuclear. As medidas, aprovadas em outubro, são as mais duras do organismo até agora e incluem proibições de transações financeiras, vendas de aço e equipamentos de navegação e importação de gás natural do Irã. Teerã argumenta que seu programa nuclear é para fins pacíficos de geração de energia.

O Estado de S.Paulo

23 de dezembro de 2012 | 02h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.