Europa prepara sanções mais fortes contra Síria

A União Europeia está se preparando para congelar os ativos de pelo menos 26 sírios próximos ao presidente da Síria, Bashar Assad, e também está finalizando planos para fiscalizar navios e aeronaves suspeitas de envio de armas para o regime sírio, afirmam diplomatas europeus.

AE, Agência Estado

19 de julho de 2012 | 11h15

Segundo essas fontes, citadas pela agência AFP, os ministros de Relações Exteriores dos 27 países do bloco provavelmente já fecharam acordo para fiscalizar navios e aeronaves que acreditem estar transportando armas ou bens usados pelo regime de Assad para enfrentar os manifestantes contrários ao seu governo. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Síriadiplomacia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.