Europa retira recomendação para que companhias evitem aeroporto em Tel Aviv

Agência agora recomenda que decisões sobre viajar para o aeroporto israelense se baseiem 'em avaliações de risco minuciosas'

Agência Estado

24 de julho de 2014 | 10h18

A Agência Europeia de Segurança Aérea (EASA, na sigla em inglês) retirou sua recomendação para que companhias aéreas evitem voar para o aeroporto Ben Gurion, em Tel-Aviv.

A agência disse nesta quinta-feira que agora recomenda que as autoridades nacionais baseiem suas decisões sobre viajar para o principal aeroporto israelense "em avaliações de risco minuciosas, em especial através de análises feitas pelas operadoras".

Na noite de terça-feira, a EASA havia dito que "recomendava fortemente" que as companhias aéreas evitassem operar voos com partidas e chegadas de Tel-Aviv. A agência disse que revisou sua recomendação tem como base informações fornecidas pela Autoridade de Aviação Civil de Israel e em coordenação com decisão da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA, na sigla em inglês).

Na quarta-feira, a FAA retirou sua proibição de 24 horas para voos com chegadas e partidas do Ben Gurion, que havia sido instituída após um foguete ter caído perto do aeroporto. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EuropaIsraelvoosrecomendação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.