Europeus irão aos EUA investigar transporte ilegal de prisoneiros

Um comitê do Parlamento Europeu irá visitar Washington em maio para investigar junto a funcionários do governo americanos as acusações de que os Estados Unidos teriam usado aeroportos europeus para transportar prisioneiros a centros secretos de detenção. Carlos Coelho, membro do comitê que investiga tais alegações, disse ter em mãos uma lista de pessoas com as quais deseja conversar, porém não informou detalhes. O grupo irá se focar na investigação sobre supostos vôos e prisioneiros secretos que a Agência de Inteligência Americana (CIA) mantém na Europa, disse Coelho. O comitê planeja ouvir altos funcionários do governo americano, como o vice-presidente Dick Cheney, e o secretário da Defesa, Donald Rumsfeld, mesmo sabendo que as declarações não terão valor jurídico ou poder legal. Os parlamentares também irão à Macedônia, entre 27 a 29 de abril, para se reunirem com autoridades locais e investigar o caso de um cidadão alemão que alegou ter sido seqüestrado por agentes da CIA na região dos Bálcãs. Ele disse ter sido levado até o Afeganistão. O dia exato da viagem a Washington não foi determinado. O comitê irá publicar um relatório com as conclusões das investigações em junho.

Agencia Estado,

23 Março 2006 | 13h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.