Europeus protestam contra guerra no Afeganistão

Milhares de pessoas participaram de manifestações em Berlim e Stuttgart, hoje, para protestar contra o papel da Alemanha na guerra no Afeganistão. Uma demonstração semelhante foi feita em Manchester, na Inglaterra. Segundo informações da polícia, as manifestações foram pacíficas. Os protestos foram organizados por um conjunto de cerca de 250 grupos de paz na Alemanha, sob o slogan "Dêem uma chance para a paz, tirem as tropas do Afeganistão". Cerca de 3.300 soldados alemães servem no Afeganistão, a maioria deles na parte relativamente calma do norte."Há outra estratégia para a paz no Afeganistão que não envolve o Exército, e essa estratégia precisa ser empregada", disse Jens-Peter Steffen, que ajudou a organizar o evento em Berlim. Segundo ele, 7 mil pessoas participaram da manifestação em Berlim e 5 mil em Stuttgart. A polícia estimou um total de 5 mil manifestantes nas duas.Em Manchester, onde o Partido Trabalhista britânico realiza sua convenção anual, milhares de pessoas se reuniram fora de um cordão de segurança para protestar contra o papel do país na missão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). O protesto foi liderado pela Coalizão pelo Fim da Guerra e pela Campanha pelo Desarmamento Nuclear, e também incluiu membros das Famílias de Militares contra a Guerra. Organizadores disseram haver pelo menos 5 mil pessoas, enquanto a polícia calculou cerca de 2,5 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.