Carolyn Kaster/AP
Carolyn Kaster/AP

Evasão fiscal diferencia Trump da maioria dos outros americanos ricos

Presidente pagou cerca de US$ 400 milhões a menos do que a média dos contribuintes com sua faixa de renda

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de setembro de 2020 | 21h53

Além dos 11 anos em que não pagou impostos, o presidente americano, Donald Trump, desembolsou apenas U$750 em 2016 e 2017, anos mais recentes examinados pela investigação do jornal The New York Times publicada neste domingo, 27.

Trump tem conseguido evitar impostos enquanto desfruta do estilo de vida de um bilionário – algo que ele afirma ser – com suas empresas cobrindo os custos de muitas de suas despesas pessoais. 

Essa evasão fiscal o diferencia da maioria dos outros americanos ricos.

Os impostos sobre as classes mais abastadas diminuíram drasticamente nas últimas décadas, e muitos usam brechas para reduzi-los abaixo das taxas legais. Ainda assim, a maioria das pessoas ricas acaba pagando altos valores para o sistema federal.

Em 2017, a taxa média de renda federal para 0,001% dos contribuintes com maior renda – ou seja, a fatia da população mais rica – era de 24,1%.

Nas últimas duas décadas, Trump pagou cerca de US$ 400 milhões a menos em impostos federais combinados do que a média paga pelo grupo a cada ano.

Sua evasão fiscal também o diferencia dos presidentes anteriores.

Trump pode ser o presidente dos EUA mais rico da história. Mesmo assim, ele costuma pagar menos impostos do que outros presidentes recentes. Barack Obama e George W. Bush pagavam regularmente mais de US$ 100 mil por ano – e às vezes muito mais – em impostos federais sobre a renda durante o mandato.

Trump, por outro lado, dirige um governo federal para o qual quase não contribuiu. /NYT

Tudo o que sabemos sobre:
Donald TrumpThe New York Times

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.