Juan Mabromata/AFP
Juan Mabromata/AFP

Evo deixou Buenos Aires para visitar Caracas, diz agência oficial argentina

Visita deve se estender até domingo; retorno à Bolívia não está previsto, disse ex-presidente

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de outubro de 2020 | 22h56

BUENOS AIRES - O ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, partiu nesta sexta-feira, 23, da Argentina com destino a Caracas em um avião oficial do governo venezuelano, informou a agência oficial Télam.

Morales, que estava em Buenos Aires desde dezembro como refugiado, partiu do aeroporto internacional de Ezeiza, em Buenos Aires, às 17h15.

De acordo com a imprensa local, o líder do Movimento pelo Socialismo (MAS) retornará à capital argentina no próximo domingo.

Morales anunciou dias atrás que planejava retornar à Bolívia em uma data ainda não definida após o triunfo retumbante de seu candidato, Luis Arce, nas eleições presidenciais do último domingo.

“Ainda não está previsto meu retorno à Bolívia”, disse na última quarta-feira, enquanto o presidente argentino Alberto Fernández se declarava disposto a acompanhá-lo.

Morales renunciou à presidência da Bolívia em 10 de novembro de 2019 após perder o apoio das Forças Armadas em meio a denúncias de fraude.

Ele viajou pela primeira vez para o México e depois se refugiou na Argentina após a posse do peronista Alberto Fernández em 10 de dezembro. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.