Evo e oposição boliviana chegam a acordo sobre eleição

Uma comissão interparlamentar boliviana, com políticos do governo e da oposição, informou hoje que chegou a um acordo para aprovar a lei eleitoral que permitirá a realização de eleições gerais no país em 6 de dezembro deste ano. A comissão chegou ao acordo após mais de 24 horas de negociações, informou a Agência Boliviana de Informação (ABI). O presidente do país, Evo Morales, está em greve de fome desde o final da semana passada para pressionar pela aprovação da lei.

AE, Agencia Estado

13 de abril de 2009 | 20h52

O anúncio do acordo foi feito pelo presidente da Câmara de Deputados, o governista Edmundo Novillo. O senador opositor Luis Vázquez assinou o acordo. O texto aprovado pela comissão precisará ser aprovado pelo Congresso. As informações são da ABI.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.