Evo expulsa diplomata americano em La Paz

O presidente boliviano, Evo Morales, declarou ontem "persona non grata" na Bolívia o diplomata Francisco Martínez, segundo-secretário na Embaixada dos EUA em La Paz. Martínez é acusado de conspirar com grupos opositores para desestabilizar o governo durante a onda de protestos que varreu a Bolívia, em agosto e setembro do ano passado. O governo boliviano fez as primeiras acusações contra ele no mês passado, mas a embaixada se recusou a aceitar as denúncias. Em setembro, Evo expulsou da Bolívia o embaixador americano, Philip Goldberg, também acusado de conspirar contra seu governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.