Evo insiste que pode ser reeleito em 2014

BOLÍVIA

, O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2010 | 00h00

O presidente da Bolívia, Evo Morales (foto), declarou que pode se reeleger em 2014 pelas regras da nova Constituição, por mais que a oposição afirme o contrário. Os opositores interpretam que um futuro mandato de Evo seria inconstitucional, pois a Carta prevê uma reeleição e o presidente já usufruiu desse direito - ele foi eleito nas duas últimas votações - 2005 e 2009. Evo argumenta que a nova Constituição foi aprovada em 2009 e, portanto, ele só governou um mandato desde que a nova lei entrou em vigor. A questão deve ir para a Suprema Corte de Justiça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.