Evo Morales acusa EUA de invadir e-mails de bolivianos

O presidente da Bolívia, Evo Morales, acusou a inteligência dos Estados Unidos de invadir a conta de e-mails de funcionários bolivianos de alto escalão. Ele acrescentou que fechou a sua própria conta de correio eletrônico.

AE, Agência Estado

13 de julho de 2013 | 16h53

Morales disse que se informou sobre as suspeitas de espionagem dos EUA na Cúpula do Mercosul, que ocorreu em Montevidéu, no Uruguai, nesta semana. "Os agentes da inteligência norte-americana acessaram e-mails de autoridades bolivianas", afirmou em discurso. "Foi recomendado a mim a não usar e-mail, e eu segui a orientação", acrescentou.

Assim como a Venezuela e a Nicarágua, a Bolívia ofereceu asilo político ao ex-agente da CIA Edward Snowden, fez revelou detalhes sobre o programa de espionagem norte-americano. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.