Evo Morales propõe ''''revisar'''' a Constituição

O presidente boliviano, Evo Morales, propôs ontem "revisar" a Constituição do país antes de submetê-la a referendo, em 4 de maio. A oferta foi anunciada pelo vice-presidente Álvaro Garcia, que afirmou que a revisão possibilitaria enquadrar os estatutos autonômicos dos Departamentos de Santa Cruz, Tarija, Beni e Pando à nova Carta. A medida pretende atenuar a tensão política, que obrigou Evo a cancelar viagens que faria ao exterior nesta semana. Para o governo, a nova Carta marca a refundação do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.