Evo Morales reúne-se com opositores em Cochabamba

O presidente da Bolívia, Evo Morales, e quatro governadores de oposição iniciaram hoje uma reunião a portas fechadas com o objetivo de buscar uma solução para a violenta crise política atravessada pelo país sul-americano. A terceira reunião em oito meses entre Morales e seus principais opositores ocorre na cidade de Cochabamba, na região central do país, na presença de observadores da Organização das Nações Unidas (ONU) e de entidades regionais.Morales, o primeiro presidente indígena do país, tem encontrado a ferrenha resistência do governadores dos Estados mais ricos da Bolívia, que exigem autonomia e se opõem às iniciativas de redistribuição de renda e terras aplicadas por ele.O diálogo entre La Paz e os governadores de Santa Cruz, Beni, Tarija e Chuquiasca estava congelado havia mais de meio ano. Nas últimas semanas, episódios de violência provocaram temores de que o país mais pobre da América do Sul estivesse à beira de uma guerra civil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.