Arquivo/NYT
Arquivo/NYT

Evo Morales vai a Cuba para comemorar aniversário de Fidel

Presidente boliviano chegou na ilha comunista na noite de quarta-feira e participará de festividades com Fidel;

O Estado de S. Paulo

13 de agosto de 2015 | 09h52

HAVANA - O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse ao chegar na noite de quarta-feira a Havana que espera desejar "muitas felicidades" nesta quinta-feira, 13, ao líder cubano Fidel Castro, seu "irmão mais velho", que completa hoje 89 anos.

"Venho para acompanhar nosso irmão mais velho, Fidel Castro, em seu aniversário. Eu o admiro muito, gosto muito dele, aprendi muito com ele", declarou à imprensa local o presidente boliviano.

Morales viajou à ilha acompanhado de seu ministro das Relações Exteriores, David Choquehuanca, e afirmou que espera poder compartilhar com Fidel Castro "de maneira conjunta, familiarmente" e manifestar-lhe seu "respeito e admiração".

A uma pergunta sobre o recente restabelecimento das relações diplomáticas entre Cuba e Estados Unidos, Morales qualificou esse fato como um "grande triunfo do povo cubano, da revolução, da unidade do povo cubano, mas também da unidade do mundo".

"O mundo está ao lado de Cuba", comentou Morales, que também elogiou "a contribuição do irmão papa Francisco" para a aproximação entre ambos governos após mais de 50 anos de inimizade.

O presidente boliviano deve comparecer nesta quinta-feira em Havana a um ato no qual fará uma doação de equipamentos de computação à escola primária Estado Plurinacional da Bolívia, segundo informou a chancelaria da ilha.

Sua visita anterior a Cuba tinha sido em dezembro de 2014, quando participou da 13ª Cúpula da Alba em Havana, e teve um encontro com o presidente cubano, Raúl Castro. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
CubaFidel CastroEvo Morales

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.